top of page

Caos na saúde de Jacobina.



Médicos anestesiologistas pedem demissão em 15.02.2023 após avisos em 02.02.2023. Dentre as dificuldades apontadas, há a remuneração em atraso referente aos meses de setembro/outubro/dezembro 2022 e janeiro/2023. Cirurgias e partos começam a ser suspensos e a entrar na fila da Regulação.

Essa demissão vem agravar a situação já difícil na assistência à saúde de Jacobina, existente desde alguns meses atrás, quando vários médicos também pediram demissão coletiva, sendo substituídos por médicos recém formados. Na época, a demissão de especialista de referência para cardiologia, UTI, preceptoria de Residência e estágios para a Faculdade local trouxe grande desorganização na assistência.

O Sindimed se coloca disponível para ajudar na resolutividade da situação e para isso convocou a Empresa terceirizada, os gestores, Cremeb numa reunião já na próxima semana, para juntos tentar uma solução de melhoria para os médicos e em consequência, melhoria na qualidade da assistência à saúde da população de Jacobina.

As Entidades de Classe esperam poder contar com o apoio do Ministerio Público da Comarca de Jacobina.

6 visualizações0 comentário

Σχόλια


bottom of page