top of page

Feira de Saúde em Senhor do Bonfim beneficia comunidade e evita grave prejuízo ao Sindimed

Nos dias 22 e 23 de setembro, o Sindimed-BA realizou uma feira de saúde na cidade de Senhor do Bonfim, levando à população local serviços de saúde, palestras e atendimentos gratuitos. Mas para que isso acontecesse foram necessários preparativos durante toda a semana, envolvendo médica voluntaria, agentes comunitarios, população e a comunicação local, para ampla divulgação. A iniciativa resultou de uma solução negociada com o Ministério Público Estadual (MPE) de Senhor do Bonfim, que movia Ação Civil Pública (ACP) contra o Sindicato face a ocorrências registradas no município em 2014, quando um movimento grevista foi considerado ilegal.


A ACP pleiteava aplicação de multa no valor de R$ 1.000.000.00 (um milhão de reais), o que poderia inviabilizar o Sindicato, caso fosse homologada. A pronta resposta da atual diretoria do Sindimed (gestão 2023/2026), entretanto, logrou êxito, obtendo, inclusive, o apoio do promotor responsável pela Ação, resultando na homologação judicial do acordo entre as partes, encerrando, assim, o processo.


A pesada multa pretendida poderia até resultar numa penhora da sede do Sindimed ou no encerramento das sua atividades. Mas o empenho de diretores, funcionários e médicos parceiros do Sindicato, foi bastante exitoso tanto na garantia da integridade da entidade, como favorecendo a comunidade bonfinense.


As palestras informativas e educativas abordaram temas como hipertensão arterial e sistêmica; Diabetes Mellitus; prevenção a atenção para sinais mentais que precisam de cuidados precoces; diagnóstico precoce da depressão; câncer infanto-juvenil: sinais preventivos, além de outras questões de relevância na saúde pública. Atendimentos a crianças e em ortopedia foram também muito apreciados pela população, com orientações preventivas e educativas.


A população foi beneficiada também com atendimentos gratuitos como aferição de pressão, medição de glicemia, avaliação ortopédica (defeitos mais comuns) e eletrocardiograma para pessoas com mais de 40 anos.

192 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page