top of page

Lauro de Freitas:Reivindicações dos médicos parcialmente atendidas e nova reunião deve ser marcada.

Lauro de Freitas:

Reivindicações dos médicos ainda parcialmente pendentes e nova reunião em 15 dias

Mais uma vez a diretoria do Sindimed esteve reunida com os órgãos de gestão do município de Lauro de Freitas, nesta quinta-feira, 16 de março, para tratar de diversas reivindicações apresentadas pelos médicos – contratados e estatutários -, que atuam na cidade.


Desde a última reunião, no dia 1º de março, na SMS, quando foram explicitadas questões como atrasos e cortes salariais, além de gratificações antigas a serem incorporadas, os médicos ficaram na expectativa sobre os esclarecimentos que a gestão ficou de apresentar. Na oportunidade foi constatada a necessidade de ouvir a Secretaria de Administração (Secad).


Na reunião desta quinta, entretanto, não foi apresentado resultado conclusivo para a totalidade das reivindicações, verificando-se a necessidade de mais uma reunião, em aproximadamente 15 dias, dessa vez com a presença da prefeita Moema Gramacho, além das secretarias de Saúde (SMS), de Administração (Secad) e de Governo (Segov), quando o Sindimed e o Sindicato dos Servidores Municipais (Assepmulf) esperam ouvir resposta efetivas para todas as pendências e não conformidades administrativas. A lista das pendências será atualizada, em até oito dias, para ser levada à próxima reunião.

Incorporação de gratificação

Em relação a incorporação de valores como gratificação, recebidos há mais de 10 anos, foi orientado que os médicos façam a solicitação através de processos administrativos. A Secad informou, ainda, que os profissionais têm direito a apenas uma incorporação, de modo que deve ser feita uma avaliação, pelo próprio médico, para verificar qual é a verba mais vantajosa a ser solicitada.

Representando o Sindimed, na reunião desta quinta-feira, estavam sua presidente, Dra. Rita Virgínia Ribeiro e o advogado, Dr. Alessandro Venas. As conversações foram feitas com representantes da Secad, da Segov, da Comissão de Acompanhamento Provisório aos Médicos de Lauro de Freitas, além do presidente e do vice-presidente do Sindicato dos Servidores municipais (Assepmulf).

18 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page