top of page

SINDIMED tem atuação decisiva para um final bem sucedido.

No dia 21 de março, o Sindimed tomou conhecimento de que os pagamentos mais recentes não estavam sendo repassados aos médicos que recebem por pessoa jurídica (PJ). Imediatamente o Sindicato propôs que os pagamentos fossem feitos de forma direta, por cessão de crédito, no que foi acatado pelo prefeito. Essa modalidade já havia sido utilizada em UPA de Salvador, quando houve eminente risco de calote de quatro meses.


O Sindimed fará, na manhã desta sexta-feira (24), o pedido formal ao Ministério Público do Trabalho (MPT) de Feira de Santana para que medie a anuência de todos os envolvidos para execução de pagamento por cessão de créditos. No dia 22 de março, em reunião virtual com o MPT de Feira e o Sindicato de Enfermagem, o Sindimed já havia solicitado formalmente a mediação do MPT para a atualização final de todos os pagamentos aos médicos PJ. Para os médicos com contrato CLT os pagamentos estão em dia.


Em mais uma reunião com os médicos, na tarde de 23.03.2023, foi solicitado aos profissionais que enviem ao e-mail do Departamento Jurídico do Sindicato o nome completo, número do Cremeb, período em atraso, local de trabalho e valores (caso seja possível). A mensagem deve ter como assunto “Dados atrasos Feira de Santana” e ser enviada para: assessoriajuridica@sindimedba.org.br,

É muito importante que o envio desses dados seja feito o quanto antes, para que as informações sejam sistematizadas em uma planilha a ser juntada na mediação solicitada ao MPT.


Desde fevereiro, o Sindimed vem negociando com a gestão de Feira de Santana, de forma continua, em defesa dos médicos. O Sindicato segue firme nessa atuação e estará sempre ao lado do médico.

6 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page