top of page

Sindimed visita 16º Centro de Saúde

Na última sexta-feira, dia 9/6/2023, o Sindicato dos Médicos da Bahia (Sindimed) representado por suas diretoras do patrimônio e jurídico,  Dras. Ana Maria Ferraz e Maria Alice Araújo realizou uma visita ao 16º Centro de Saúde, no bairro do Pau Miúdo, atendendo a solicitação dos colegas daquela unidade.


A princípio foram recepcionadas as denúncias sobre demanda excessiva de pacientes e retirada de uma cama do conforto médico, por ter quebrado.


Observou-se que a existência da referida cama havia se tornado parte da rotina, individualizando os pertences de cada plantonista. Ainda que usassem em momentos diferentes, o equipamento era útil a todos, principalmente para médicos idosos, mesmo no curto tempo que passam no local de repouso. Para quem conhece a rotina e a própria legislação trabalhista, sabe que em até 15 minutos se recupera energias e repousa o corpo para continuar atividades assistenciais médicas, que envolvem atenção e cuidados especiais aos pacientes. Assim, 15 ou 20 minutos são preciosos para um breve descanso de um médico plantonista.


Outro absurdo é que os plantonistas são, na prática, monitorados de perto por funcionários da unidade e não se sentem com autonomia de fato na condução do atendimento médico.


Os médicos sequer ficam no conforto por tempo maior que necessário, face à demanda exaustiva da unidade, que sempre foi e é referência local e de outros bairros, justamente pela qualidade de atendimento ali realizados. Mas a falta de organização adequada da escala de plantonistas nota-se quando a demanda aumenta, por vezes a unidade conta com um plantonista a menos, por conta dessa falha.


O Sindimed já havia solicitado, anteriormente, uma reunião com a diretoria e empresas gestora da unidade, não tendo, no entanto, esse pedido atendido. Após a visita do dia 9 foi solicitada novamente uma reunião entre o sindicato, os gestores da unidade, o Cremeb e a Sesab para buscar soluções urgentes. O objetivo é melhorar as condições de trabalho desta unidade, consideradas ruins e desrespeitosas. Espera-se que, dessa vez, a reunião de fato aconteça, em consideração aos médicos e à população assistida.

15 visualizações0 comentário
bottom of page